Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

terça-feira, 22 de maio de 2018

Claridade

Aleatoriamente um toque de poesia


Cansaço físico e mental é a palavra certa.
Lágrimas, teimosamente invadem minha face sem que eu possa evitar.
No entanto precisamos dar a devida atenção às situações que enfrentamos na vida. Tudo precisa ser vivido na sua claridade até o fim.
Olho no espelho e me digo: não deixe de sorrir para aqueles que precisam de um sorriso, nem deixe o brilho de seus olhos fenecerem, porque Deus é Pai amoroso, misericordioso e bom. Ele lhe deu o sentimento de amar e o sorrir para afagar tristezas, e olhar o outro com brilho nos olhos, porque é necessário afagos diários para se nutrir de coragem, mesmo quando algumas coisas parecem ruir à nossa volta. 
Olho para a mulher que me tornei e vejo que mesmo quando percebo que os pedaços das provas que me cercam são colossais de mais, há algo maior que me abraça e sei que é Deus.
Lamentar por algo que nos machuca é humano, e é até justo acalentar o nosso esforço com a verdade interior que precisa emanar e lavar também por fora, porque a dor precisa sair. A cura da dor precisa ser assim para que a expectativa vá regenerando e dando coragem para que possamos ser caridosos conosco também. Percebo também que nós seres humanos temos muitas necessidades a ser acalentadas, e o brilho da esperança precisa ser motivador.
Que Deus Sabedoria e Bondade Infinita nos impulsione sempre para a frente.
Agradeço por tudo!


Texto e imagem:
M. Fernanda

PS: passando uns dias nesse paraíso com a família. 
Precisando muito desse contacto maior com Deus. 
Obrigada Chica e Manu ,pela força e o carinho. Deus as abençoem.



sábado, 19 de maio de 2018

Pai

Aleatoriamente um toque de poesia


Olho o Céu e esta noite tem um misturado particular em meu coração.
Penso: há um amontoado de sentimentos que não sei expressar, mas, o que me move é o que se faz necessário. Preciso esta noite talvez, de uma alimentação espiritual onde me nutra de coragem, força e ciência.
Temos cada um uma história no livro da vida, e a cada hora do dia escrevemos as sementes que plantamos nele. Desde menina nunca fui de criar expectativas, procurava vivenciar a vida dando a ela uma parte de delicadeza, coragem, fé e amor. As decepções que a minha existência me ofereceu, eu tratei, adubei e plantei sentimentos capazes, e doei da melhor forma para aqueles que deles necessitavam. Continuo fazendo assim porque está na minha essência ser o que sou, e tenho a humildade de dizer que não existe nada que preencha a bondade, caridade e amor.
Esta noite, meu jardim está tristonho, minhas flores murchas e essa jardineira aqui sem brilho, entrosamento, direção, sem chão. Não sou a única nesse universo eu sei. Quantos hoje não viram um de seus sonhos sem entretom? É cruciante.
Aprendi que devemos agradecer por tudo! E é assim mesmo. Talvez tudo que nos aborde precise ser do jeito que está sendo, para que de alguma forma possamos nos alimentar mais do amor de Deus.
Olhando o Céu refleti que muitas vezes orei por resignação e coragem, e consegui ser corajosa todo esse tempo, mas sou feita do mesmo material que todos os humanos. São inadequações ao que aflige e fere, talvez seja peculiar de quem vive nesse planeta.
Então me dou o direito de escrever o que preciso e partilhar o que ainda necessito aprender, sou autônoma e não há contexto quando o assunto é seguir em frente. Mas preciso de tempo, a questão é: ele precisa passar do jeito que eu quero, ou preciso esperar o seu momento? Seria um bom conselho o segundo item, contudo não é o que penso por hora, entretanto não está nas minhas mãos. Contemplo a noite e um enigma surge. Não tem jeito o meu jeito de refletir por agora. É um fato.
Fiquei em silêncio contando estrelas, e de alguma forma consegui ouvir a mudez que se faz na noite extensa e gelada. Ah, eu sei que Deus sabe o momento de ninar os corações, e peço que nine por favor demoradamente o meu.
Pai,
Estou em conflito, pensei que pudesse colocar na escrita a voz que não sai, o que está preso na profundeza de minha alma, mas não consigo, pois essa alma está desatinada, em choque.
O cheiro de lembranças vem no faro da brisa, uma gargalhada ladina, um riso, um hálito, um tom de voz parecendo notas musicais que com tanto amor pronunciou “mamãe eu te amo!”.
Eu fui poeta de uma poesia-estrela que difundiu em mim seu brilho admirável, e eu fui ao ápice e apreciei um anjo por um tempo que se fez eterno. Eu sinto que por hora apenas procuro amenizar essa dor. No momento há muitas razões para isso.
Obrigada por tê-la o tempo que precisou comigo!

Texto e imagem:
M. Fernanda

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Hoje...

Aleatoriamente um toque de poesia



Hoje há mais uma asinha batendo nos Céus e uma mãe com um coração dilacerado .


segunda-feira, 14 de maio de 2018

Coragem

Aleatoriamente um toque de poesia




Sorrisos,
E não é tão insonhável perceber.
O tempo,
basta que apenas esteja disposta a encontrar a cor extinta.
Amor e verdade, ainda e peço que seja sempre.
Ei Deus! Você me preenche, e tudo é tão gigante aqui dentro desse coração. Afagas meu rosto no leve tocar da brisa, e me abraças nas noites que uma lágrima teimosa rola em minha face. Olha dentro dos meus olhos quando a fraqueza se instala e diz dentro do meu coração: “estou aqui filha, seja corajosa, porque eu te amo”.
E quando os meus olhos se abrem e o dia belo surge e os pássaros harmonizam meu interior com o seu cantar, eu sei que você me deu nova chance de compreender a vida, porque um pai sempre quer o melhor para seus filhos, e você é Pai universal.
E mesmo quando sou mais humana do que já sou, e as provações dificultam minha abrangência, algo acontece para que eu reflita, e então você chega, me modela novamente e eu renasço tendo a certeza que você Pai, nunca irá desistir de mim.
Sei muitas vezes, não facilito muito, principalmente quando não compreendo essa quase ausência de amor no mundo. Desculpa as muitas perguntas que não faço em voz alta, mas, penso. Desculpa também porque muitas vezes tenho elaborado minhas próprias respostas para o que, penso, não saiba por inteiro.
Obrigada, pois sei que não importa as falhas, os receios, o desapontamento, as travessuras, o trabalho em exagero e as preocupações extrapoladas. Mas o bom de tudo é saber que há um ser tão grandioso, que carrega um amor tão generoso e que todos os dias torce por mim, quando algumas vezes tão cansada agradeço e durmo, e ainda assim você me ama. Que aconteça o que acontecer nuca irá me abandonar.
Sabe né?
As estações estão em crise, as folhas esparsas deitam-se sobre o chão, olhares bruscos vagueiam sonâmbulos em busca de algo que os desperte.
Pressentidos e majestosos são os raios do sol, nenhuma luz deste lugar se compara à luz do teu lugar. Abrir os olhos ainda vem cercado de coragem.


Texto e imagem:
M. Fernanda


quinta-feira, 10 de maio de 2018

A ordem deste dia

Aleatoriamente um toque de poesia



Me inspirei no amor e então tive sonhos mágicos. O dia raiou e a ordem deste dia é que saibamos sempre com a certeza que o amanhã não domamos jamais, não nos cabe fazê-lo. Mas, no dia de hoje posso fazer o diferencial direcionado ao que irei escolher. A noite chega como o esperado, simples, cheia de coisas que não definimos por ser simples, mas que é acumulada de grandiosidade divina feito o dia.
Não preciso dizer que havia um coração abastecido de fragilidades. Mas daí então houve um princípio, e eu respirei fundo, tranquilizei, havia essa probabilidade. Sonhos são sonhos e os olhos precisam abrir-se. Uma distância se fez tão longe e quase irreal. No entanto a solução chega sem reivindicações.
Eu me disse tantas vezes:
Onde está o tão perto que não posso tocar? Onde está a chave disto tudo? Por que a porta não abre? Toquei nas possibilidades com um gosto doce, ainda não sou tão adulta quanto pensei.
A brisa sem graça sussurra teu nome e meu coração ainda está tão machucado. Algo me diz: siga em frente, olhe para dentro e irá encontrar disposição, a coragem que não percebes na agonia. Deus capacitou cada um de seus filhos para se livrar de qualquer perigo, você tem a chave de solucionar os seus problemas.
Silencie e siga, tudo passa...


Imagem e texto:
M. Fernanda

quinta-feira, 26 de abril de 2018

Vitória

Aleatoriamente um toque de poesia

Ando me dizendo baixinho: “Aproveite a felicidade a vida é doce e é nossa.
e é muito especial   amar e saborear cada momento.” 
Passei com Minha filhota Manuela momentos, 
em que meu coração batia desesperadamente cada segundo. 
Angústia, preocupação enfim, 
acho que a palavra certa era: desespero na alma.
É como se meu coração ao invés de bater quisesse “pular fora do peito”.
Doía tanto que eu tinha receio de 😅 não suportar  tanta dor.
Ela, está muito bem agora graças a Deus!
Garotinha linda, de resistência e guerreira . 
Num abraço bem apertado e uma  inteligência fora do comum me diz: mamãe seja feliz😀 
Lhe respondo que sou muito, muito e seria impossível ser mais.



Amém 🙏🏻


M. Fernanda
Imagem e texto

Diariamente

Aleatoriamente um toque de poesia



Que o amor seja: tranquilidade,
harmonia, paciência, entendimento, caridade,
e respeito em todos os momentos de nossas vidas.
Que os momentos e suas provas sejam aceitos com resignação e humildade.
A paz é um bem a ser conquistado diariamente
e eu desejo de todo coração que cada um de nós
possa senti-la, mesmo quando não tivermos entendimento para percebê-la.
Que cada Mãe que gera com seu ventre, ou com seu "coração" um filho possa se considerar privilegiada, agraciada, e uma serva fiel do AMOR, porque compreendeu na íntegra o que o verdadeiro sentimento significa. Então com toda certeza posso dizer: não há diferença quanto a amar um filho do ventre ou do coração é um elo que se entrelaça no outro, uma mistura de sangue e de milagre, de coração e de Deus
porque é Ele quem conduz o coração ao amor
e aperfeiçoa no aprendizado daí,
tudo é aproveitado nos detalhes,
na inspiração, no que se faça.
Deus esclarece todas as dúvidas
e te dar o melhor em base para seguir.
Cada tarefa vem como arco-iris, mas, muitas vezes não estamos atentos para as cores.
Obrigada por meus filhotes meu Deus 🙏🏻


Texto e imagem:
M. Fernanda

terça-feira, 24 de abril de 2018

Intimidade

Aleatoriamente um toque de poesia


Céu...
Há tanto o que observar...
Não sei de muitas coisas ainda, mas de uma coisa eu sei:
Amar não é perder tempo.
Quando o coração se eleva ele toca estrelas, modela seu gesto nas nuvens, feito desenhos no céu, e sente bem perto a presença divina. Consegue entender que Deus, não abandona nunca seus filhos, mas é paciente e espera que eles, sintam sua falta.
Te amo tanto Senhor do alto, obrigada sempre, sempre, sempre...

Texto e imagem:
M. Fernanda.