Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Sinto






Olho a noite arredando levemente a cortina,
lembro que ela é tão especial.
Jamais teria sido criada à toa.
Sempre arquivaremos lembranças,
para o depois.
Sempre haverá uma lágrima
caindo de algum olhar.
É por isso que existem os sonhos.
Eles nos transportam para lugares tão nossos.
Fui ontem procurar os meus sonhos,
aqueles que eu ainda não havia exposto.
Agradeço por aqueles que ficaram lá atrás.
Obrigada Autor dos meus sonhos lindos,
porque você faz brilhar o meu coração.
Em cada dia, cada riso, cada olhar.
E por sua generosidade e amor.
Um toque leve na cortina,
e fecho os olhos para ver os seus.
Talvez tudo já estivesse traçado
naquele belo dia.
Você precisava segurar na minha mão,
do lado de cá.
Talvez tivesse nascido para isso,
e eu para te agradecer até o final.
O sono,
brinca com as meninas dos meus olhos.
A brisa toca suave minha face.
As mãos do amor envolvem-me
em sonhos nossos,
acariciando o meu coração.
Eu percorro você
quando o sol brilha para o dia.
Quando a chuva cai e molha a terra.
Quando enxugo uma lágrima teimosa
escorregando em minha face.
Sabe? Às vezes eu tenho asas.
Acho que você me ajuda a voar,
e eu plano as nuvens.
E sinto que posso chegar mais alto.
Por antes e agora eu tenho a certeza,
Você está fixado por dentro de mim.
É assim que carrego Você comigo,
todos os dias.
Amado, amado,
sempre amado meu.



Maria Fernanda

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Sempre







Onde você se entrega de verdade?
Pense um pouco depois e me diga.
Você realmente se entrega a algo?
Eu me entreguei a uma busca
Sempre me pergunto: de onde vim?
Essa parte não sei descrever.
Mas sei quem sou.
Porque sempre estive aqui me dando colo e força.
Creio que há um Deus que ama tanto e tanto,
Que mesmo quando pensamos estar sozinhos
Ele sempre está lá, segurando a pontinha de nossos dedos,
Afagando nossa cabeça e nos dando aquela inspiração para lutar.
Não, não estamos nunca sem ELE.
Algumas vezes, ou muitas delas,
Agimos por nossa conta.
O que queremos mesmo provar quando tudo desmorona,
e achamos que se revoltar é a saída?
Não é.
Olho no espelho e vejo alguém frágil,
Mas que se torna forte cada vez que observa uma flor,
Ou ouve o canto de um pássaro.
Estamos sempre buscando a sobrevivência,
a cura para alguma dor.
Isso se chama fé, esperança...
Se chama Deus agindo em nós.
As estrelas não brilham só lá no céu,
Cada vez que encontramos a saída para o que machuca,
Elas brilham dentro de nós.
E sentimos que uma alegria nos envolve a alma.
É Deus que numa forma de nos direcionar diz: Eu estou aqui.
Agora é com você abrindo a sua porta interior,
Porque tudo isso precisa ser por sua conta.
Fique sempre aqui.
É o que digo cada vez que fecho e abro os olhos.
Preciso sempre de você Deus.





Maria Fernanda

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Dádiva



Ainda vejo cores nos dias cinzas,
Ainda tenho sonhos azuis.
Há muitas formas de você estar no controle,
basta que saiba como sorrir.
Os dias não possuem cansaço,
veja como é real,
ele carrega tantas belezas.
Basta que observe uma criança,
e escute como doce e terna é sua fala.
Como posso dizer
Que olhar os teus olhos manhã, é uma dádiva?
Que correr junto à chuva é um presente?
Sinta o que caminha em seu corpo,
observe, é pura energia, é vida.
Toque suave um riso e modele nos dedos.
Faça um quadro de amor com o que possui.
Isso é tudo que lhe foi ofertado?
Então agradeça e continue seguindo.
Essa é sua história, e só sua.
Caminhe nela sem medo,
há um guardião,
e um elo,
há uma menina e um anjo.

Maria Fernanda
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

domingo, 29 de janeiro de 2017

Eu acredito em você.





Fito o horizonte,
Há asas de amor pelo ar.
Porque sinto aqui dentro
Que preciso tanto de você.
Amado,
queria te pedir que olhasse mais um pouco
Para os corações feridos.
Eu sei que já o faz, mas...
Queria que houvesse
novas chances para o amor,
para que ele pudesse crescer e se ajustar.
Há ainda lágrimas ao seu redor,
eu tinha um doce amor.
Há uma poesia aí e uma asa aqui,
só queria dizer que sei que duas asas
é sempre unicidade.
Não há mágico e nem truques no tempo.
Há escolhas e uma espera,
Tudo é possível quando se ama,
O amor é a única realidade.
Isso tudo só pra dizer
Que eu...
Eu acredito em você.



Maria Fernanda





:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Brilho







Depois de perceber o brilho que se escondia por detrás das estrelas,
Depois de pausadamente desenhar teu nome nas costas de minha mão,
Percebi que seria mais um jeito de semear esse amor que mora em meu peito.
O sono caminhou com a insônia.
E da porta a fora eu sei, há esperança.
As ruas estão desertas essa hora,
Mas que vontade de caminhar na trilha das estrelas.
Caminho descalça dentro do quarto,
E fito mais uma vez da janela o céu.
Quantas coisas boas passam por minha cabeça...
Sim são lembranças guardadas!
Momentos em que eu fechei os olhos para arquivá-las.
Parece que eu de alguma forma sabia que iria precisar.
É assim que tudo se move aqui agora,
Existe apenas um desejo
Que ainda anseio realizar.
Por que meu coração está tão ansioso assim?
A noite se perde agora de meus olhos,
Eles precisam fechar.
Preciso pensar muito forte,
e é isso que faço quando não mordo os lábios.
Não posso perder a poesia,
Aquela que eu sempre tive.
Um riso e uma moleca...
Noite...
Você me expõe
 aqui ao meu lado.




Maria Fernanda
Imagem: Minha


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Colo



Deita tua cabeça em meu ombro, e sorve a energia do afago.
Pula a nebulosidade que te molda e observa a luz da manhã.
Há qualquer coisa que te prende aí dentro, mas escuta o cantar dos pássaros, e percebe a luz do Sol. Porque em cada dia eles vêm e te mostram que és especial, assim como todos o são.
Beije o dia e sela a promessa do infinito com um riso, seja ele de qualquer tom ou jeito. Acredite outra vez na beleza que os véus guardam, e que tu conheces como ninguém.
Não se muda uma essência só porque se precisa apagar uma dor. Uma dor se cura com amor e esperança.
Vai levanta deste canto e olha pela janela.
Vês? Há um mundo à tua espera. Há horizontes segurando a parede de sonhos que queres concretar.
Não pare de crer, por que seria triste o resto, com certeza.
Me digo...






Maria Fernanda
Imagem: Net


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Basta que eu feche os olhos






Me abrace amor,
deixe que te conte o que sinto.
Um dia, e eu mostrarei
como pude suportar.
A distância é tão cruel,
mas basta que eu feche os olhos e
Sem esforço algum,
consigo lembrar teu sorriso,
Tão belo e tão diferente.
A noite está gelada e eu tremendo de frio,
Um dia, fomos uma parte bonita juntos.
Não pode ter passado tão veloz,
não pode...
Mas foi o que aconteceu
E o que sobrou?
Uma menina-grande
e uma história de amor.

Maria Fernanda
Imagem: Minha


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:









Eternos




O sono está chegando,
e eu irei sonhar.
Te manter aguardando esse encontro,
sonhando posso voar até ai.
Meu coração acomoda esse afago,
eu não posso desistir.
Há um elo ainda,
tudo não terminou,
somos eternos.
Não se prende um amor,
ele renasce na alma.

Maria Fernanda
Imagem: Minha


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

 

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Tanto





E agora?
O que faço com tudo que ficou?
Fiz uma cortina de corações e fitei todos por um bom tempo.
Corri até a janela e observei o céu, ele guarda um anjo meu aí.
Um que transformou uma plebeia em princesa.
Ele tinha olhos de vida,
e sorriso de anjo.
Ele tinha as mãos macias e um hálito tão bom.
O destino armou um dia um encontro bonito,
e acreditei que contos de fadas existiam.
A roda da vida girou por um tempo e fiquei zonza e feliz.
Eu vi o paraíso diante de mim.
Como pôde fechar os olhos?
Como conseguiu voar para tão longe?
Eu não conhecia muito, concluí.
Porque ele me mostrou que o mundo é tão imenso,
e que a Lua tinha a beleza mais pura.
O céu carregava um tesouro e estava tão ligado com a Terra.
Eu lia as estrelas nas noites,
eu sentia os pingos da chuva antes dela chegar.
Eu conversava com o AMOR longas palavras,
mas não sabia o que era meia-lua.
Talvez eu só vice o que um coração sozinho consegue.
Ele me mostrou que juntos éramos um.
Acreditei que era possível, e é o que sei enxergar.
E gora?
Ele se foi e eu fiquei perdida,
sem brilho, sem riso, sem chão.
 


Maria Fernanda
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:










Tudo que eu queria




O que é felicidade?
Não acho que a conheça mais.
Em volta do meu peito há uma redoma agora.
Ali há qualquer coisa que reflete longe,
ele está se tornando de lata,
por maior que seja minha necessidade de lutar.
Tudo que eu queria era uma volta no tempo,
porque preciso conseguir estar preparada para o agora.
Olho um horizonte nublado por lágrimas,
ninguém precisa chorar um oceano.
Então por que não consigo parar?
Olho em volta e tudo está sempre igual.
Acredito ainda em milagres,
eu vivi um.
Agora estou seguindo em frente e
tudo que eu queria era parar de chorar.

Maria Fernanda
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

Noite





Não há o que dizer entre uma nuvem e outra, há certeza do bem.
As flores perfumam, os grilos cantam e eu penso em ti.
Tua benevolência é valsa.
O que dizer dos obstáculos? Estou feroz em pulá-los.
Temos os momentos, e eu sei que são difíceis algumas vezes.
Mas o que me diz se fossem fáceis?
Não envolveria a alma.
A noite é aconchego para um coração e uma poesia.
Eu sei que ela se veste de véus que meus olhos não podem enxergar.
Em algum lugar há um duende e um arco-íris.
E eu queria que houvesse remendos de emergência
Quando o tempo tivesse demorando  passar.
Não é descaso quando não entendemos a dor de alguém.
Não é loucura quando amar é sua única maneira de ser.
Noite mística, que envolve meus sentidos,
Eu tenho um pedido:
Estrelas invadam minha janela e sintam-se em casa,
Me deixe chegar até vocês.
Porque há em mim esperança
De que os olhos do amor estão “sorrindo”.
Ou serei tola por pensar que sou a única que fica olhando a noite pela janela?
Um suspiro e um riso tranquilo.
Um sussurro e um beijo.
Boa noite meu amor.




Maria Fernanda
Imagem: Minha
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:


terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Caminho








Não existe algo tão perturbador que os seus pensamentos nesse instante. O tempo tem suas façanhas, acomoda tudo ao seu modo, então em passos de lesma o vemos caminhar, quando o coração quer pressa.
Alguns dizem: Vai passar! Ela sabe que vai, um dia. Por hora seu coração acelera, seus olhos molham, o ânimo intimida e o riso se abre como que instintivo. Então segue como se aquela fosse outra e não ela. Estava exausta, sem o momento de sentir-se dentro dela outra vez. O que está acontecendo? Não sabia explicar.
Apenas precisava descansar, dormir um pouco. Assim talvez passasse aquela sensação de abandono.  O que era mesmo aquilo que estava experimentando? Uma mistura esquisita, um gosto de sequidão, precisava de água-esperança para sobreviver nesse deserto humano.
Pensara em fazer um diário de bordo para contar um pouco da porta que se abriu, do mar, lugares e pessoas... Até de certo modo o fez, mas havia em seu interior um mar selvagem que coagia seus olhos numa mistura desmesurada, lembranças, solidão, tristeza. Quanto tempo cada um de nós tem para lutar e vencer pelo menos algumas batalhas internas? Se perguntou enquanto enxugava o rosto com as costas das mãos.
Fitou o céu, queria conselhos, entendimentos, o sopro da brisa enfim. Momento entre ela e Deus pedia respostas tão suas, e lembrou aquele amigo de todas as horas que sempre estava lá, bastava chamar. Então como que necessitada desse colo, ergueu os olhos para o alto e chamou: Pai, vem em meu auxilio por favor! Neste instante sentiu-se acolhida, numa mistura de arrebatamento com carinhos em seus cabelos e face. Recostou-se não lembra onde, mas com certeza era um lugar muito aconchegado, onde dormiu aquele sono que precisava, para que pudesse assim entrar no trilho. Aquele era o caminho que viera percorrer e que não encontrava por estar completamente confusa.
De repente abre os olhos e o lugar é completamente outro.
Colinas colossais cercadas de flores que mais parecia um tapete sobre cada recanto, pessoas felizes em conversas animadoras e o perfume do ambiente tão precioso, e nela a sensação de Déjá vu.
Ao seu redor o canto das aves do lugarejo era acolhedor para a alma. O interior se transportava para um lado surreal aos olhos daqueles que não tinham a capacidade de vê-la nessa entrega tão dela desde menina. Era o seu tempo e ele estava ali lhe dando asas para mergulhar outra vez no seu roteiro, na carne-viva, na narrativa de sua infância, seus amigos que a abrigavam do frio nas noites que mais pareciam ser todas inverno. Das ruas que sempre lhe mostravam a importância das estrelas que iluminam o universo. Ela observava aquelas luzes cobertas de bondade, de cuidados para que o coração do homem pudesse sorver. E a lua! Aquela que os poetas e só eles entendiam seus significados, beleza, poesia.... No entanto era ela, a lua, a inspiração para os corações cansados e o cafuné certo para acalmá-los.
A chuva? Um milagre mais tocável, em forma de bênçãos ia se misturando aos lugares, plantas, casas, pessoas. Tudo tão minuciosamente belo, às vezes em maior quantidade. Muitas vezes fazia perguntas para seus amiguinhos imaginários e eles nunca a deixava sem respostas. Entendia que quando houvesse muita, mas muita tristeza sobre a Terra, a chuva se fazia necessária de alguma forma. O tempo é sábio, mas jamais se repete, por isso devemos vive-lo com toda intensidade em cada momento. A menina sabia e era exatamente por isso que ela estava exausta naqueles pedaços de tempo. As ruas, o amor, o conto de fadas, a perda... tudo foi vivido com gotas de coragem, fé e esperança.
Sabia que ao seu redor tudo era prodígio, bastava fitar uma formiguinha pequenina com todas as suas formas. Certa vez colocou uma na palma da mão e observou a fisionomia dela, que diferente, belo, como o Senhor do alto lhe teceu as características. Talvez fosse miniatura de um ser de outros planetas, quem sabe? O que mostra que para ELE não há nada que não possa esculpir. O universo inteiro é um quadro de esplendor e impossível-possível. E cada item é para o bem de outro, tudo se corresponde da maneira mais preciosa, mesmo que o nosso retrógado entendimento que muitas vezes se opõe a essa verdade se manifeste.
Ele criou os sentimentos para que pudesse descrever da maneira mais sutil o que nos aflige. Uma lágrima que cai tem o seu milagre, sua história, sua dor ou alegria. Uma vem por outra assim como o amor. Amai-vos uns aos outros. Amar é tão vasto e intenso e não tem fim.
Como podemos definir o amor? Não podemos. Podemos apenas sentir e nossas definições não seriam nunca exatas. Nem Albert Einstein, conseguiria definir algo tão infinito. O amor tem sua própria lei, a lei de amar. Cada um consegue amar da sua maneira e mesmo que ele ache que é tudo que consegue, já vai desenvolvendo uma certa matemática, uma ligação eterna com o sentir. Cada maneira, cada gesto é o gesto certo porque cada um consegue ser o que é, ou dá o que tem.
Em alguns casos não podemos compreender aquele que ama diferente do nosso amor. E vêm os questionamentos em cima disso, mas que tal procurarmos nos colocar no lugar do outro só por um segundo e veremos então ali uma fisionomia diferente, já começa aí. O pensamento é algo único, nosso. Por ele podemos escolher, opinar, viver essa escolha, esse sentir com tudo que está em nós, mas que só Deus sabe como caminhar nosso interior, pensava enquanto fitava o céu.
Algumas lágrimas acompanhavam esse pensamento. Havia tantas perguntas ainda, coisas foscas... Lembrara de quando caminhava na areia da praia ainda tão pequenina, sempre às voltas com seu companheiro que só ela via. Ele sempre lhe ensinara como proceder diante dos obstáculos da vida, e lhe dizia que ela deveria sempre agradecer mesmo quando as coisas não fossem do jeito que ela desejava.
As lembranças são relíquias que se guarda e ela guardava as suas como algo precioso, e que a fazia tocar um pouco naquele mundo encantado onde avistava estrelas, arco-íris e anjos.
Hoje o dia estava opaco, ela precisava sorrir mais que de costume.
Precisava caminhar como aquela garotinha que foi, a vida era diferente agora. Hoje ela sabia exatamente o que é estar do lado de lá.
Mas seu coração é o caminho, e no seu íntimo ela escutava só depois de Deus.




(Maria Fernanda)


:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:




domingo, 1 de janeiro de 2017

Felicidade





Aprendi
que não  precisamos cobiçar felicidade,
Precisamos percebê-la.
Você acha que é muito mais que isso?
Talvez o que devamos fazer seja 
aprender a olhar o outro por dentro.
Porque o outro sempre carrega uma dor.
Qual o sinônimo de felicidade? Um deles é beleza.
O que pode ser mais belo que ser bom?
Dúvidas? Eu explico.
A bondade já traz consigo felicidade.
Existe algo mais precioso que afeição?
Continuo...
Observe o choro do planeta,
Ele é um vale de lágrimas.
Em cada esquina de todos os recantos do orbe
alguém precisa de um abraço,
sentir-se amado, ou acolhido.
Muitas vezes nem nos damos conta
Que lá no meio dos carros,
no sinal, existe um ser humano,
uma criança por detrás da estupidez
de pais alheios, insensatos,
da escolha muito errada.
Muitas vezes a opção dessas crianças
veio antes delas aprenderem a escolher.
Pela ausência de alguém
que já sabia o que é uma escolha.
Talvez seja uma anedota
Ver esse caos em volta de nós.
Sim, porque se fosse algo sério,
Não existiria corrupção para todos os desejos
de quem deixou isso acontecer.
Sem perceber que nós estamos sim,
sendo uma piada cada dia.
Por isso penso que
a felicidade é saber ser
pai e mãe, irmão e amigo.
Já dizia o grande mestre: “amai-vos uns aos outros”.
Não busco felicidade,
busco ser bondade.
Daí tudo se junta e
uma caminha na outra.
Isso é ser feliz de verdade.
Plantando sorrisos em bocas trancadas,
semeando amor em corações cansados.
Fazendo valer a preciosa vida
que Deus nos deu.
Isso é felicidade


Maria Fernanda

:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.: