Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Particularidades

Aleatoriamente um toque de poesia


Particularidades, têm seus próprios padrões.
Enquanto corro os olhos nessa tela perfeita,
onde o AMOR passou sua mão e bordou maravilhas,
a simplicidade e a humildade em seu indizível tom.
Invisível aos corações apáticos pela estrada, ou pela passada de dor que atrofiaram dentro de si, sem chance nenhuma de perceber que ao passo de uma piscadela, temos a cura para todo mal. Basta saber olhar com calma o amor que grita até no cheiro das pétalas de uma flor.


Texto e imagem:
M. Fernanda

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

Por um instante

Aleatoriamente um toque de poesia


Ao longe em distantes paragens
onde os olhos conseguem “velejar”,
suspiro sobre a saudade.
Penso em ti,
onde a sensatez abraça a distância que nos separa.
Onde avalio alentos mais esclarecidos
que o egoísmo que me alcança.
Como o desejo de ver teu riso só por um instante,
entrelaçando o meu.

Texto e imagem:
M. Fernanda

domingo, 28 de janeiro de 2018

Improviso

Aleatoriamente um toque de poesia




Um contato, um improviso
Cercanias floridas enleadas a outros sabores
Demandas que se tornam, contudo inquestionáveis
Acolhendo a sede na rouquidão da garganta

Texto e imagem:
 M. Fernanda

sábado, 27 de janeiro de 2018

Veemência...

Aleatoriamente um toque de poesia




Docemente...
É o toque do sentimento que conduz a fala
Olhar exultante uma veemência...
Desponta inocência no terminar do som.
Toca-se o Firmamento sem atingir o ápice.
Existem tão pouca eficiência no eleger do caminho interno
Somos assim pássaros com asas curtas cuidando das penas cansadas.
Compreender circunda a pouca vontade
Perquirir ainda seria o que mais se precisa, 
para começar a plainar sob o surdo ouvido que se faz no coração.


Texto e imagem:
M. Fernanda

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Sensível beleza

Aleatoriamente um toque de poesia



O horizonte mostra a harmonia do Céu,
onde nuvens têm vidas.
Sensível beleza arquitetada por um tom MAIOR 
de notas preciosas indecifráveis.
Elas se vão como plumas carregando a leveza da sua genética criada.
E estes olhos aqui que as contemplam, são tímidos e apaixonados.
No balançar das folhas parece um leve aceno, que a brisa faz agraciando a expectadora. Sou privilegiada por certo.


Texto e imagem:
M. Fernanda

Talvez


Penso, que crescer não significa nada se for só externo
Continuar perguntando, e buscando respostas são preciosas tentativas e vai te levar em algum lugar. Com efeito, tudo se você prestar atenção te ensina algo. Eu gostaria de ver mais sorrisos escancarados, mas todos tem seus próprios motivos e os motivos se tornam causas de muitos lábios serrados. Talvez precisemos libertar os motivos.
Talvez esteja faltando mais  humilde.


Texto e imagem:
M. Fernanda

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Grata sempre


A condição da vida é mutante,
E nossas escolhas são tão fundamentais.
tão particulares mesmo em  cada emoção.
E nestas férias,  pude ninar aquela criança que fui
e ninei mais ainda ás 7 que carrego no mais precioso baú de dentro
(meu coração). 
Obrigada Senhor do alto, obrigada Felipe
anjo bom que segurou na minha mão
e me ensinou a voar mais veloz.



Texto e imagem:
M. Fernanda


*PS: para quem já conhece Gente Miúda
 há coisas novas por lá. 
E para quem não conhece! Bora lá conhecer?

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Assim...

Imagem e texto:
M. Fernanda



- E então amigão, para que lado o cata-vento da vida vai me levar mais tarde?

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Alimento



Assim admirando esse Universo,
e percebendo que: por maior reflexão que eu consiga ter
meia hora de contato com este  Céu maravilhoso me faz sorver sentimentos para décadas.
A energia que se troca  nessa entrega é capaz de alimentar  a alma com belezas eternas.

Obrigada Deus.

M. Fernanda.
texto e imagem
Diário de bordo

domingo, 21 de janeiro de 2018

Noite



Olhar para a noite, me deixa feliz!
É como se todas as estrelas do céu, pairassem sobre minha cabeça.
Minha mente toca sua "face" enquanto elas apenas brilham, e esse brilho me fala de amor.
Ah Deus...  entendo porque existe  poesia no coração das mulheres.
Porque já nascemos com o coração apaixonado por tua criação.


Texto e imagem:
M. Fernanda
em: Diário de bordo

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Paralelos...





Sigo,
meios paralelos...
E entre um e outro uma extensão, uma descoberta.
E o Sol lá fora nas frestas do que eu comparei no ontem, 
mas não sei o que advém do lado disto.
Receio de ser feliz?
Não, não é receio de ser feliz, ou prudência batendo á porta.
São apenas meus sonhos bolando de um lado e outro do juízo rsrsrs


Texto e imagem: Maria Fernanda
Em: Diário de bordo.

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

As respostas


Tímida,
a menina chegou bem pertinho da janela... 
Olhou o resquício do brilho do Sol pelas frestas.
Ali, havia uma beleza bordando o Céu.
Os gnomos que a desculpem, não acreditava em potes de ouro no fim do arco íris.
Haveria sim um pote imenso de Amor por lá, e disso ela tinha certeza, era o prazer que ofuscava e abrilhantava os olhos dos puros. 
As respostas sem necessidade da interrogação.


Imagem e texto:
M.Fernanda.
Episódio: Em férias rsrsrs