Maria Fernanda

“Como os oceanos tinham níveis muito baixos de água, era possível caminhar do sul da Inglaterra até a França, e continuar andando. Se não fosse impedido por outros humanos, até chegar a Java”. (livro: Uma breve história do mundo). Então fico imaginando como há coisas a aprender na geografia de nossa história. Esse é um planeta que ainda retém riquezas que não se pode avaliar. Cada leitura vem repleta de abastanças... Repensar na crueldade do homem com tudo isso é o caos. Cada um fazendo a sua parte era utopia demais, e o quadro ficou exposto sem cuidado e a paisagem começa a borrar nas laterais, meio e... Fim? Eu suponho que até os primórdios já viviam a saga. Caminho em alerta. Descrever a fundo teria que exigir experiência. Tornasse nômade por descobertas. Amo o planeta, isso eu bem sei dizer. E cada dia vale o investimento porque pouco oferecimento não me move. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Tanã, nã, nã, nã!


3 comentários:

  1. Lindo,Nanda e que muitos vagalumes te acompanhem sempre! beijos,chica e feliz por tua volta! Como andam todos?

    ResponderExcluir
  2. Olá, Fernanda!
    Melhor luz que a do vaga lume não conheço.
    Lindo!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Oi Nanda! Coloquei esse novo link por lá pois conforme msg da Chica vi que teve problemas com o antigo blog. Ficou muito linda e inspirada sua poesia! Adoro vagalumes tb! bjs,

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho