Maria Fernanda

“Como os oceanos tinham níveis muito baixos de água, era possível caminhar do sul da Inglaterra até a França, e continuar andando. Se não fosse impedido por outros humanos, até chegar a Java”. (livro: Uma breve história do mundo). Então fico imaginando como há coisas a aprender na geografia de nossa história. Esse é um planeta que ainda retém riquezas que não se pode avaliar. Cada leitura vem repleta de abastanças... Repensar na crueldade do homem com tudo isso é o caos. Cada um fazendo a sua parte era utopia demais, e o quadro ficou exposto sem cuidado e a paisagem começa a borrar nas laterais, meio e... Fim? Eu suponho que até os primórdios já viviam a saga. Caminho em alerta. Descrever a fundo teria que exigir experiência. Tornasse nômade por descobertas. Amo o planeta, isso eu bem sei dizer. E cada dia vale o investimento porque pouco oferecimento não me move. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

terça-feira, 3 de março de 2015

Froid explica?

 

Meu coração sente falta do teu.
Havia um vagalume no cantinho da varanda.
Ficamos apreciando a noite e fazendo companhia um ao outro.
Contei para ele de ti.
Não ria amor, os bichinhos entendem a gente.
A varanda ficou enfeitada por um vagalume "Froidano" rsrsr

____________
Maria Fernanda
Imagem: minha

2 comentários:

  1. kkkk, que final!
    Um vagalume cumplice Fernanda das declarações, que cicatrizaram no tempo.
    Linda inspiração, diria mesmo uma viagem estelar.
    Abraços amiga com carinho.
    Bem inspirada.

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho