Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

domingo, 19 de junho de 2016

Um fio de esperança

Um fio de esperança, flores ao redor, há um belo jardim.
Meus olhos encontram-se nos olhos do tempo. Não vejo diferenças entre os dele e os meus. Apenas sei que no fundo do meu coração sinto tanto e tanto...
Quem disse que o amor não dói? Então olhe através dos olhos de minha alma. Perceba o quanto um coração pode chorar. Há uma busca... há espaços vazios sem resposta. Há uma pequena fagulha de esperança sim. Há buracos negros se misturando e deixando de ser abstratos. Faces...... elas não percebem a dor da minha. Por que há tanta distância? Você ainda está aqui, mas não consigo visualizar o teu sorriso. Então o eco do tempo me parece tão persuasivo, como posso descansar? Tentativas... lá fora tudo continua como antes, eu também tento continuar sendo aquela que sorria, mas é impossível quando lembro do nosso primeiro encontro.
Estou desperta com o violão na mão no meio da noite gelada. Meu sono passeia entre nuvens e estrelas, então um grito sem voz vindo do meu peito pede que essa dor pare de doer. Me ajude se puder, a consolar meus olhos e minha alma. Estou tão incompleta agora, me faça sorrir como antes. Um fio de esperança eu peço, não me deixe no meio do caminho, desse caminho sem fim.
__________
Maria Fernanda

Imagem: net

3 comentários:

  1. Olá menina que amamos e que desejamos,
    que possa superar estas nuvens negras,
    desviar de todos estes buracos que
    cismam de lhe assustar. Ouço este som
    que vem no vento dos Andes e sinto a
    solidão que ora lhe invade, mas no mesmo
    som vem um tom de equilíbrio e que faz um
    olhar para dentro, da vida que pede para seguir.

    Com todo carinho o meu abraço.
    Uma semana abençoada renovando esperanças.
    Cultive a paciência e colha a paz do seu coração.
    Bjs de paz amiga.

    ResponderExcluir
  2. Sabes, as nuvens mais cinzentas carregam mais água para trazer bênçãos. Nem sempre é a cor com que nos identificamos no momento, mas depois que passa a chuvada o céu começa a clarear de novo e aí começa o fio de esperança num dia em que um abraço possa mitigar a saudade quer quer aqui ou além. E um leve sorriso voltará a esboçar-se no calendário das estrelas!
    Abraço enorme, Princesinha

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Passando para rever a amiga... Que Deus abençoe seus dias, menina poesia!
    Abraço do Erico

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/