Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

domingo, 21 de agosto de 2016

Por que?



Você me pergunta por que?
Apenas sorrio, lhe dou um beijo e continuo em silencio.
Mas se você pudesse prestar atenção onde está a resposta, não me perguntaria por quê?
Meu coração bate por amor e ele sabem bem em que ritmo deve ser.

Por que?
São apenas interrogações que não se responde com palavras, mas observe os atos.
Há promessas no amor, e nas respostas que não se compreende...
Olho em seus olhos e vejo medos.
Aquieta teu coração, observe uma folha caindo, veja a leveza que é a entrega até o chão.

Perceba quem a transporta até lá.
A brisa ali tem seu papel divino. Tanto a folha quanto a brisa se entregam incondicionalmente.
Sabe me dizer o que é coragem? Aprenda mais sobre ela, olhando para dentro de você. Em alguns percursos você nem percebeu que num momento de sua caminhada precisou ter coragem. E se esqueceu, é porque não precisou usá-la de maneira grandiosa.
Mas precisamos aprender sobre coragem, porque um dia cada um de nós vai precisar possuí-la.
Então aprenda sobre coragem.

Olho em seus olhos e observo um coração em saltos. Está temerosa, e o medo não te leva ao amor. Falo do amor universal, dessa entrega divina sem esperar absolutamente nada em troca.
Aprenda que o silêncio muitas vezes é providencial.
Você pode amar muito e não ter palavras, porque elas muitas vezes não terão sentido algum, porque o amor já é o sentido.

Quando faço minha oração muitas vezes faço olhando apenas para o céu, não peço tão-somente, olho e meu olhar se encanta com as nuvens que passeiam, ou com o voo de um pássaro brincando sob o céu. Eu sei que aquela oração é de agradecimento, e mesmo que eu não diga nada, ELE sabe a maneira que meus olhos sorriram naquela adoração. Aquele momento de silêncio foi entre mim e Ele, o mais proveitoso para meu espírito. Posso contemplar a obra divina e me maravilhar, enxergar e sentir.

Você me pergunta por que existe a solidão?
Eu te respondo que a solidão também é ponto positivo, quando é você que escolhe o que vai fazer com ela. Precisamos tirar todas as dúvidas que temos sim, mas estas dúvidas também precisam ser tiradas no momento certo. Assim elas irão de vez e jamais voltarão se você já sabe as respostas.

Você me pergunta por quê?
Por que você não quer entender que ao seu lado está a chance que você necessitava. Se o sol brilha lá fora sabemos que há um Criador. E que Ele lhe deu a luz dos olhos para observar a luz de Deus. Você se questiona o que enxerga? Não questione apenas...
Todos os dias perdemos a chance de escolher algo que nos torne brilho, é como ganhar uma pena para começar a compor suas próprias asas. Ou seja, entendimento.

★☾ 

Maria Fernanda
Imagem: Minha
21/08/16

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho