Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Há corações


 
 


Há corações em esferas que volitam sobre nós
Há olhos apaixonados no meio disso tudo
  nostalgia gritando em meu peito
Há uma cicatriz querendo sarar
Então,
o brilho do dia me diz qualquer coisa
como um enigma que não decifrei
Perceba o cristal. Aqui dentro ainda está incólume
Estou por um fio,
mas ainda posso lutar.
Toque minhas mãos,
ou faça com que eu a sinta em meus cabelos
Com o leve sussurrar da brisa
Éramos...
O brilho que acena para tarde é de um sol quimérico
O mais perfeito tem nome de céu e se chama amor.
Bem-me-quer?
Bastava somente do que o coração sente falta.
Há corações ansiosos em toda parte
Há um que golpeia meu peito
Ele diz da lassidão que o espia
Ele fala de amor
(Autoria: Maria Fernanda)
Imagem: net



Um comentário:

  1. Muito lindo, intenso como tu! Nanda, vim desejar um Natal maravilhoso com os teus e tuuuudo de bom no novo ano! bjs, chica

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho