Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

domingo, 17 de julho de 2016

Carrego um anjo no peito


Gostaria de saber,
 por quê uma jovem senhora de 19 anos,
 precisa dar explicação quanto a sua escolha de vida?
A certeza me habita quando digo: hoje quero ser filha, e mãe.
Por quê incomoda alguns a nossa escolha sempre?
Meu universo interno tem dono, minha escolha tem nome.
Há um rio fluindo em mim todos os dias, um rio de banzeiros graves.
Quero deixar fluir...
Até haver nascente para que ele se acalme, e siga com leveza,
cores de céu azul.
O amor nasce aos pouquinho, feito uma semente na terra arada.
Quanto tempo precisa para crescer forte e bonito?
Não se tem um tempo, só se tem adubo, jeito, química.
Agradeço Deus pelo presente.
Carrego um anjo no peito e ele habita o céu.



Maria Fernanda
Imagem: Net
17/07/2016



2 comentários:

  1. Nanda, que alegria te ver por lá! Estava sem teu blog na minha lista mas agoira, estaremos juntinhas novamente! Como estão as crianças todas? E tu? Tudo bem? Pouco a pouco vou te lendo por aqui, já acrescentei na lita ! beijos, tuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. A alegria foi minha em ir Chica.
    Oba! Estava com saudades...
    Sim agora um dia de cada vez e eu consigo reorganizar meu coração, para que apenas sinta saudades sem doer.
    Obrigada!
    Beijinho

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho