Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Acha-me


 

Acha-me outra vez nesse teu céu de estrelas.
Carregas no teu interior o cheiro das hortênsias
Há um recato em cada detalhe seu
Há em ti promessas de outros tempos
Que peregrina anseia por ti.
Afaga-me ao longe
com teus pensamentos
Que o “pano ” do tempo
se encarregara de emendar
Como se fosse uma colcha de retalho
com maior poesia.
Outrora me fugia a esperança.
Lá fora a canção dos pássaros
se põe a seduzir.
Acha-me outra vez
Assim em pequenos gestos eu imploro.
Sou como a borboleta
à procura das flores
Sou um bocado de ti em, imagem e semelhança
Amo-te!
 
Autoria: Maria Fernanda
Imagem: Net


Um comentário:

  1. E ele amará este poema, lá no meio dos anjos
    belíssimo poema de amor

    boa semana.

    beijinhos
    :)

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/