Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Ilusões







Um toque,
um olhar vagueava absorto.
A canção clássica principiava beleza,
amortecendo voos de asas insonháveis.
Quimeras talvez.
Notas suaves se faziam soar pelo ambiente,
e um coração machucado tocando em nadas.
Lágrimas caindo por sobre as ilusões de quem vive.




Maria Fernanda
.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:

6 comentários:

  1. Tristes e tão lindos versos,Nanda! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, excelente criação poética com notas suaves, no futuro, serão com notas intensas.
    AG

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde, Fernanda
    Gostei demais dos seus versos e da sua gentil visitinha.
    Seja bem vinda!
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
  4. Espero que as lágrimas sequem e os sorriso voltem.

    ResponderExcluir
  5. Cara amiga Fernanda, enquanto leio os versos deste poema, me vejo numa sala de concertos onde tocam "Fur Elise" de Beethoven.
    Um abraço. Tenhas uma boa noite.

    ResponderExcluir
  6. As ilusões s-ão muito boas, mas só enquanto duram...
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Bom fim de semana, amiga Fernanda.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho