Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Paralelos...





Sigo,
meios paralelos...
E entre um e outro uma extensão, uma descoberta.
E o Sol lá fora nas frestas do que eu comparei no ontem, 
mas não sei o que advém do lado disto.
Receio de ser feliz?
Não, não é receio de ser feliz, ou prudência batendo á porta.
São apenas meus sonhos bolando de um lado e outro do juízo rsrsrs


Texto e imagem: Maria Fernanda
Em: Diário de bordo.

Um comentário:

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/