Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Pureza

Queres um conselho filha? Sejas sempre carinhosa.
O coração do outro é muitas vezes coberto por um véu, quando ele se sente só.
-Mãezinha, por que se cobrem o coração com um véu?
Eles não sabem que o véu está lá amor.
-E não machuca?
Muito! Mas daí vem o tempo amigo, e vai curando, curando, e um dia ele desaparece de lá.
Mas para isso acontecer ele precisa querer muito.
-Tipo iogurte?
Risos... Do seu jeito de entender agora sim.
-Então preciso dar beijinhos, e abraço como você faz?
Quando alguém está bravo, é porque há uma nuvenzinha cinza na alegria dele, e nesse momento o que ele mais precisa é de uma palavra de carinho, um abraço.
-Que nem o José?
Risos...
Muito bem, mas há pessoas do tamanho da mamãe que ficam mais bravos que José.
E José não fica bravo amor, fica manhoso, mas percebe que é só mamãe beijá-lo e abraçá-lo que ele fica feliz?
-Espera mãe...
-Olha eu aprendi.



Fernanda Marinho

Um comentário:

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho