Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Momento...

Moço dos meus encantos,
Que me abrigou num lugar cheio de amor e de carinho,
Que me mostrou que poderia segurar meu coração nas mãos e beijá-lo docemente,
Que me deixou sentir essa doçura,
Que aguçou os meus anseios,
Que me inebriou de sentimentos.
Você, poesia que eu escrevo em verso e prosa,
Necessidade que banha minha alma com gotas de um querer, de um precisar, de um não saber de mim quando não estou perto de ti.

3 comentários:

  1. Ah, que romântico e belo.
    Que assim seja sempre Nanda esta ternura em cores e flores.
    Lembrei da musica Românticos de Vander Lee.

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/