Maria Fernanda

“Como os oceanos tinham níveis muito baixos de água, era possível caminhar do sul da Inglaterra até a França, e continuar andando. Se não fosse impedido por outros humanos, até chegar a Java”. (livro: Uma breve história do mundo). Então fico imaginando como há coisas a aprender na geografia de nossa história. Esse é um planeta que ainda retém riquezas que não se pode avaliar. Cada leitura vem repleta de abastanças... Repensar na crueldade do homem com tudo isso é o caos. Cada um fazendo a sua parte era utopia demais, e o quadro ficou exposto sem cuidado e a paisagem começa a borrar nas laterais, meio e... Fim? Eu suponho que até os primórdios já viviam a saga. Caminho em alerta. Descrever a fundo teria que exigir experiência. Tornasse nômade por descobertas. Amo o planeta, isso eu bem sei dizer. E cada dia vale o investimento porque pouco oferecimento não me move. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

“Descobríveis.” -sexta-feira, 1 de junho de 2012

 

 
Na beleza de uma rosa, encontrei o perfume mais puro.
Encontrei aquele que se fez eterno em meu coração.
Os segredos de amar são tão “descobríveis.” Apenas ame, e desvendará o mistério.
O amor é uma emoção tão forte, e sorri lidamente a cada instante ao ser que ama.
Os lábios do amor são abstratos, mas para aquele que o carrega no coração, ele é tocável.

Quando uma lágrima escorre por amor, os anjos no céu se abraçam, um brilho imenso toma posse de cada momento. A capacidade toma conta da Terra, e cada coração ganha o poder de transformação. E as tentativas são mais vistas no homem, porque ele passa acreditar em si, como um milagre.

No amor a realidade ganha sustentação, no paladar é gratificante. A arrogância, ganha humildade e luz para iluminar os cantos confusos das essências. Na beleza de uma rosa o perdão.
Os espinhos nada podem se forem retirados antes de ferir. Mas o mais importante é saber que mesmo algumas vezes machucando, ele serve para alguma coisa. Foi isso que vi muitas vezes, quando fui ferida por eles, pude aprender.

Quando dois corações se encontram, há um encaminhar para isso. Há uma história para viver, contar, entender.

Determinados. É uma palavra muito profunda. Mas soa como uma linda canção quando se fala de um casal enamorado. Aqueles que sentem a necessidade de caminhar juntos infinitamente. O amor é algo tão maravilhoso, que precisa ser compreendido e entendido. É por isso que ele precisa de certeza quando o assunto é casamento.
O casamento é uma união definitiva para o amor. Muitas vezes a paixão engana os olhos e o coração, mas ela só ganha força, quando engana os olhos. Ali você pensa estar amando. A paixão é durável também, mas não eterna. E quando a paixão acaba o casamento desmorona.

Não me perguntem por que estou escrevendo assim, com toda verdade do meu coração, nem eu mesma sei. Meus olhos estão fitando o céu enquanto escrevo, e isso vem natural, como uma necessidade de expressar. Como se eu pudesse exatamente tocar minhas palavras.
O amor é uma canção no coração. Não se corre para ele com pressa, apenas se caminha com uma alegria indescritível. Ele carrega duas asas, que são ofertadas a cada ser que ama. Estas asas abstratas são a maneira de não se embaçar a verdade.
Use sempre a verdade com o amor, ele cresce na sabedoria e no entendimento. Não há confusão nisso.

Não use o mais fácil para chegar até ELE, pois o que é verdadeiro não é fácil. As respostas estão sempre dentro de você, mas são misturadas com muitas outras. Por isso preste bem atenção. Se observar, verá a lógica do que digo.
Sinta cada pergunta que precisar fazer, e tenha paciência nas respostas. O amor é luz, dentro e fora de você. É como a rosa bela e perfumada, criação de Deus noutras criações. O amor é o decifrar do impossível.

Meu amor eu amo você!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho