Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Dueto (Fernanda e Felipe) Terça-feira, 12 de junho de 2012

 


 
 
Fernanda - Olho o céu, e a lua parece estar querendo dizer algo.
Meu coração entende, e toca com um aceno humano.
Meu amor, que saudade dos teus olhos eu fiquei,
do teu abraço, do teu perfume.

Felipe – Meu amor, não te ocorre o que pode a lua estar querendo dizer?
Da mesma forma que tu te maravilhas ao olhar o céu, o próprio céu se espelha em ti para fazer do amor a fonte de toda a sua beleza.
É o céu dos enamorados.

Fernanda - Felipe meu amor.
No limite o dia correu e eu pensei em ti.
O sentimento criou voz e eu chamei teu nome.
Uma borboleta pousou no raio de sol que pintava a árvore,
e eu amei aquilo.
É você, quem fez o brilho intensificar.
E o céu se alegrar.
O nosso amor é lindo.
Coração, apaixonado coração.

Felipe – É que a aliança em cores que adorna as nuvens sob o sol, nasce na minha saudade e ignora o limite para alcançar o teu olhar.
A felicidade contagia os arredores, e não conhece o cinza e nem a aridez.

Fernanda - Namorado esperei o sol ir dormir e de repente o dia nasceu.
Na guarda meu anjo protegendo ao redor.
Admiro a ação, ele entende e acarinha minha face, eu sinto.
O lugar não é nunca longe o bastante, ele me encontra com seu jeito de cuidar. Eu entendi o limite quando te encontrei. O anjo te guiou para mim.
Eu te quero sempre por perto.
O tempo em Eclesiastes é bem explicado.
“Há tempo para tudo”.
Estou feliz e protegida.
Ele me disse um dia, que estaria sempre por perto. Mas traria um outro anjo, para eu tocar e amar.
Eu nunca esqueci, e você apareceu e eu te amei com toda a minha certeza.

Felipe – Anjo meu, há o “mais longe já esteve”. E entre o “antes”, “durante” e “depois”, só o “durante” existe, e é eterno. Não importa mais o que já se foi, o nosso aprendizado foi o nosso grande saldo. Houve o tempo de semear e cuidar, agora é o de colher, e este agora é nosso tempo, é o tempo de nosso amor! Para continuar a colher, semearemos sempre, juntos sob o Senhor dono do tempo.

Fernanda - Estendeu o seu tempo. E nas asas, trouxe um anjo para pertinho de mim.
Nesse abrir de asas, eu vi o amor.
E o amor é tão lindo.
Digo com certeza, que amo um anjo humano, esse que veio sob medida para mim.
Com você meu amor, vou caminhar na mesma estrada com a proteção de Deus.
Plantando no jardim da vida as flores mais belas.
Minha jóia preciosa.
Sinto tanta alegria em mim.
Teu amor me toca a alma.
Tenho certeza do sim sempre ao teu lado.

Felipe – No meu peito agora já não bate sozinho o meu coração. Pois ele faz dueto com o seu, numa cadência cheia de amor e carinho.
Vem amor, me abraça forte, bem forte! Te cubro inteira, minhas asas protegerão as suas!

Fernanda - Teu rosto eu vejo nas nuvens,
nos lugares onde meu coração pousa os olhos.
E sei exatamente o que fazer com isso.
Namorado, amor de minha vida,
Há uma nova cor dentro de mim, desde a tua chegada.
A cor da certeza e da alegria.
Abraçemo-nos, e nesse abraço a síntese de uma promessa.
Dois corações em um, num dueto mais profundo de almas.
O sentimento se espalha no dia-a-dia.
Creio no amor, tu crês também. Invisível ao olhos, e tão lindamente visto pelo coração. Que clareie a estrada trilhada por nós, com verdades sempre. Que seja farto em sabedoria e fé.
Que saiba enfrentar os momentos em que o destinos nos impuser surpresas, com a sabedoria doada por Deus.
A brisa que toca meu rosto agora vem dizer amém.
Com ele o cheiro das rosas que miscelânea boa meu amor.
Que o aroma do amor invada os casais enamorados.
Felipe, embaixo de tuas asas recarrego a pureza de meu coração.
E agradeço tua dignidade bela.
O respeito pela minha decisão sempre. E que esse propósito de amor, guie sempre nossos passos e todos os passos também daqueles que amam.
Há tempo certo para tudo.
Te amo meu amor e feliz dia dos namorados.

2 comentários:

  1. Linda sintonia neste dueto que fica gravado.
    E o tempo toca uma canção da esperança.
    Abraços amiga.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo e que emoção profunda senti.
    Grande beijo em seu coração doce Maria Fernanda.

    ResponderExcluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho