Maria Fernanda

Quero brindar a arte, ao poeta, ao amor. Se fosse uma pintora, pintaria o sorriso do mundo em plena harmonia, a beleza das ondas do mar abraçando vivências, maestro de música delicada e forte, depende do jeito que se escuta. Olhar a grande tela da vida e constatar o surreal, que é essa beleza real que agraciados fomos em ter. Grito a liberdade de abrir mundos, lugares, pessoas, e nessa mesma liberdade brilha o sol, fica azul o céu e o mar. Esse oceano beleza que gera, que move, que traz e que leva. Me segura com seu jeito corajoso em teus braços, me pega de um jeito que a alegria se encaixe. Quero minha vontade de sentir essa audácia e jogar pra fora no teu ritmo, nas tuas asas, meu brinde. Obrigada a cada um que faz comigo a poesia mais linda desse mundo. A poesia da a m i z a d e! ♥ PS: Um brinde com suco de uva. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

terça-feira, 22 de março de 2016

Infinita Misericórdia (Semana Santa)



Hoje ajudei minha mãe na cozinha.
Fizemos bolo de milho e canjica.
Vez enquanto tascava um beijinho nela.
Ela sujou a ponta do meu nariz de trigo, e eu sujei o de Felipe rsrsrs.
Minha amada família, minha sagrada família.
Obrigada Senhor.

"Nisto consiste o amor: não em termos nós amado a Deus, mas em ter-nos Ele amado, e enviado o seu filho único para expiar os nossos pecados." 1 Jo. 4,10.

Me pergunto: até onde iríamos para salvar a humanidade?
Alguém que amamos muito, daríamos para tal ato?
Com certeza não! Só alguém maior e perfeito conseguiria.
Peço a Deus que perdoe nossas falhas, que ponha no meu coração, e em cada coração o entendimento, a reflexão, o compartilhar, que cada lágrima que brote seja essa semente de amor, uma enorme força de vontade de QUERER ser melhor. Porque tudo é tão frágil, tão delicado, tão necessitado de aprendizado, de um colorido bom que encante os olhos e a alma.

Ainda somos  egoístas  em demasia.
Quanta indiferença, quanto descaso, e tudo que preencheria com leveza, com luz, seria guardar um cadinho de compreensão para cada item afetado no nosso próprio desencontro com o que realmente importa.

Que esta semana  seja de reflexão e conscientização.
Que cada pensamento acenda uma luz no escuro de alguém, porque cada existir é um presente, uma responsabilidade, e no fim, um acerto de contas. O que machuca, o que fere, o que dói, o que escasseia, foi solucionado há tanto tempo por amor, mas ninguém percebeu que bastava tentar apenas, e não iria mais doer, nem machucar, ferir e nem faltar.

Hoje meu coração reflete com tristeza o dia continua...
Ao despertar pedi perdão por minhas falhas, e agradeci o grandioso amor que ele demonstrou por mim e por toda a humanidade. Um dia como o de hoje, foi muito triste pra uma MULHER que viu seu filho ser espancado, e não podia fazer nada além de sofrer, imagina só...

Meu Deus, o caminho é estreito e sempre será.
O amor de verdade é dádiva divina e sempre será muito difícil pra se ter, mas nunca impossível e você deixou bem claro, porque a tua lei está em nossa consciência Pai.
Perdoa Senhor, a nossa imperfeita humanidade.
E obrigada por nos fazer conhecer o amor ao próximo, sentimento tão nobre.
E que cada um entenda que não basta apenas sentir muito, o essencial é que saibamos que o que nos machuca, também machuca o outro.
____________
Maria Fernanda


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho