Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

quarta-feira, 23 de março de 2016

Nossos atos


“Aproximando-se ainda mais, Jesus contemplou Jerusalém e chorou sobre ela, dizendo:  Oh! Se também tu, ao menos neste dia que te é dado, conhecesses o que te pode trazer a paz!... Mas não, isso está oculto aos teus olhos.” Lucas 19, 41-42."
_______________

No início,
O paraíso que foi esquecido enfim,
As migalhas viraram grãos e vida.
O amor? Já havia nascido e criado tudo.
Mas um instante dissolveu a beleza.
A beleza ficou contida num lugar sagrado e invisível.
Quem sabe um dia Edem!

Preste atenção no amor.
Ele bate como um relógio do tempo.
Estamos em suas mãos para sentir, sua pulsação.
O coração é o caminho.
Preciso compreender como as chagas precisavam de Ti, para serem justas aos outros.
Mas tive Teus braços amigo, abertos por mim e por todos naquela cruz.
Nas mãos dos que contribuíram para a sua paixão,
O cálice que não pôde ser evitado.
Mestre, obediência e nossos atos.
___________
Maria Fernanda.
Imagem: net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/