Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

domingo, 7 de agosto de 2016

Tenho amado as flores...



Um dia,
brilhou aqui...
Há ainda flores na varanda,
Há ainda minha mão tocando uma lembrança.
Amor,...
Escuta essa sintonia,
As batidas do meu coração têm um só ritmo.
Me diga como está o paraíso?
Olho o céu e é fácil pensar no teu riso, não é uma visão, mas saudade.
As flores cercam o elo que nos unia.
Lembra que você era a minha força?
Eu disse que suportaria por você.
Você me disse um dia que te ensinei ter esperança.
Agora me ensine você a encontrar a sua.
Olho nosso jardim e uma alegria qualquer me diz: “você tem muita fé. ”
Sou eu aqui amor, debaixo dessa noite, fitando as estrelas.
Te chamo e sei que já não podes abrir a porta e me abraçar.
Quando a noite chega eu me sinto só.
Não tenho o teu abraço e nem onde recostar minha cabeça quando quero te contar meu dia.
Tudo tem sido assim desde aquele dia.
Meu coração arrumou uma saída para a dor, ele aprendeu a continuar te pertencer. Até o dia em que sejamos outra vez nós dois.
Pode ser uma promessa...
O amor e as flores...
Eu tenho amado as flores!
Tenho amado você o tempo todo.
__________
Maria Fernanda
Imagem: Minha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/