Amor sempre....

Amor sempre....
Caminho entre flores. O chão continuará pra nós com outras paisagens. Sou o que sou, porque é tudo que sei ser. E todo meu olhar escrito que você nunca aprendeu a ler, permanecerá no descaso para quem não compreende.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Sensível beleza

Aleatoriamente um toque de poesia



O horizonte mostra a harmonia do Céu,
onde nuvens têm vidas.
Sensível beleza arquitetada por um tom MAIOR 
de notas preciosas indecifráveis.
Elas se vão como plumas carregando a leveza da sua genética criada.
E estes olhos aqui que as contemplam, são tímidos e apaixonados.
No balançar das folhas parece um leve aceno, que a brisa faz agraciando a expectadora. Sou privilegiada por certo.


Texto e imagem:
M. Fernanda

4 comentários:

  1. Sim você é privilegiada por ser tão sensível e brindar seus seguidores, leitores, visitantes com um blog maravilhoso, com mensagens, poesias e conteúdos que expressam a riqueza de sentimentos existentes em sua alma.
    Vim agradecer sua visita e comentário no meu espaço e me deparo com esse blog lindo e encantador, por isso, já a estou seguindo e vou correndo para conhecer e seguir o Gente Miúda.
    Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa Lucia fiquei muito feliz com o seu belíssimo comentário. Ele é doce terno e afaga o coração. Você deve ser um ser humano incrível cheia de ternura e carinho pelo semelhante.
      É uma honra tê-la por aqui.
      Muito obrigada!

      Beijinho

      Excluir
  2. Como é bom alimentar a alma com as belezas que o mundo à nossa volta oferta. Passar por aqui hoje e ver essa imagem carregada de azul e harmonia, é poder sentir também, o quanto sou privilegiada.
    Obrigada pela partilha.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu agradeço de coração o carinho e com certeza ambas fomos privilegiadas, por esse encontro.
      Muito grata.
      É um prazer Sônia.

      Boa semana!

      Excluir

Tenho olhado o tempo...
Quando estou tomando um café, ou na varanda.
Quando estou mergulhada nos livros, ou no trabalho.
Ele me diz: Paciência Fernanda.
Sim tempo, eu tenho paciência...

Fernanda Marinho
Ah posso pedir para me conhecer melhor?
Então vem aqui ó!

https://linguagem-miuda.blogspot.com.br/